Agronegócio AgroUrbano AgroApps Variedades Busca Grátis

ANTÁRTICA: QUANTO MAIS FINA A CAMADA DE OZÔNIO, MAIOR É O DANO DO SOL NA PELE

Clique na imagem para ler a matéria na íntegra.

A exposição à luz solar sem proteção induz lesões no DNA que podem provocar mutações relacionadas ao câncer de pele. A camada de ozônio é importante para filtrar e impedir a entrada dos raios ultravioleta na atmosfera. Os resultados de estudos não deixam dúvida: quanto mais fina a camada de ozônio, mais lesões foram observadas.

Compartilhe: Link | Facebook | Twitter | Telegram | Linkedin

A exposição à luz solar sem proteção induz lesões no DNA que podem provocar mutações relacionadas ao câncer de pele. A camada de ozônio é importante para filtrar e impedir a entrada dos raios ultravioleta na atmosfera. Os resultados de estudos não deixam dúvida: quanto mais fina a camada de ozônio, mais lesões foram observadas.

Continue lendo em #Fapesp

Compartilhe esta matéria no Telegram | Facebook | Twitter | Linkedin ou copie o link abaixo para enviá-lo por qualquer outro meio:

https://agrosoft.com.br/social/?q=2021-02-23-estudo-na-antartica-confirma-quanto-mais-fina-a-camada-de-ozonio-maior-e-o-dan

AGROSOFT NAS REDES: Telegram Twitter Facebook
CANAIS: Agronegócio AgroUrbano AgroApps Variedades
Clique aqui para ver a edição completa de HOJE