Fonte: Agência Pública

O pequeno município de Palmeiras de Goiás, a cerca de uma hora da capital do estado, assistiu à inauguração da Farmácia Básica Municipal Joaquim Cândido de Moura no dia 1º de outubro, dois dias após o início da campanha para as eleições municipais

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública

Levantamento inédito revela que empresas não notificam casos de 2 em cada 3 trabalhadores com carteira assinada intoxicados por pesticida

• Houve 7.163 casos de trabalhadores com intoxicação confirmada entre 2010 e 2019
• Mais afetados são os que pulverizam os químicos
• Dificuldade de rastrear e propaganda positiva dos agrotóxicos estão entre as causas que levam a subnotificação

Por Bruno Fonseca, Pedro Grigori, Thays Lavor, Agência Pública/Repórter Brasil

Na última década, 7.163 trabalhadores rurais foram atendidos em hospitais e diagnosticados com intoxicação por agrotóxico dentro do ambiente de trabalho ou em decorrência da atividade profissional.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública


O presidente da Anvisa Antonio Barra Torres votou em favor da indústria de agrotóxicos, mas foi vencido pela maioria

Após intensa disputa nos bastidores, a Anvisa decidiu manter a proibição do agrotóxico paraquate a partir de 22 de setembro de 2020.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública

Cliente no exterior das mineradoras BHP Billiton, Kinross, Rio Tinto e Anglo American, a empresa americana Aecom foi contratada sem licitação pela Agência Nacional de Mineração (ANM), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, para auxiliar os trabalhos de fiscalização e vistoria de barragens pertencentes às suas empregadoras. Ela foi escolhida pela autarquia do governo federal, apesar do projeto básico de contratação prever independência.

De acordo com o documento a que a Agência Pública teve acesso, a empresa admitida para prestar a assessoria técnica à ANM deve ser independente e não possuir ou ter possuído “relação contratual de subordinação com as companhias proprietárias de estruturas de barragens de mineração objeto da contratação” para “evitar potenciais ou efetivos conflitos de interesse”. 

No entanto, na lista das 336 barragens localizadas em 14 estados que passarão pela perícia da filial brasileira da Aecom, duas são da Mineração Rio do Norte (MRN) — que tem a Rio Tinto como acionista, quatro são da Kinross e da Anglo American e dez são da Samarco — que tem a BHP Billiton como uma de suas controladoras. 

A Aecom foi contratada pela ANM com objetivo de fornecer informações sobre as condições de determinadas estruturas de contenção de rejeitos de mineração a fim de subsidiar ações e decisões de competência da autarquia.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública


No Mato Grosso, prefeitura da cidade de Cárceres espalhou faixas pedindo que moradores fiquem em casa, pois a cidade não tem leitos de UTI.

Quase metade dos municípios com menos de 100 mil habitantes já registra mortes por Covid-19; maioria não tem sequer um leito de UTI e depende de cidades maiores


No interior de SP, município sem UTI tem maior proporção de mortes no país; no Nordeste, cidade aposta em medicamentos sem comprovação científica
• No extremo oeste do Amazonas, filha fez apelo por transferência de pai, que faleceu, para UTI na capital
• No Pará, mortes por Covid-19 crescem em comunidades ribeirinhas

Agência Pública
Bianca Muniz, Bruno Fonseca, Rute Pina

Longe das capitais e grandes cidades, o novo coronavírus tem avançado pelo interior do Brasil, causando a morte de milhares de brasileiros.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública


Dos 96 registros de agrotóxicos publicados, 2 são destinados para agricultores e 34 para a indústria

.
Número de novos registros no período de isolamento social é maior do que no ano passado; aplicação de agrotóxico é serviço essencial, segundo decreto presidencial

.
• “Ministério da Agricultura segue a marcha do veneno”, diz membro de organização civil
• Entre os aprovados há ingredientes ativos que estão sendo reavaliados pela Anvisa
• Produto relacionado a morte de abelhas recebe 10 novas permissões de uso

.
Mesmo durante a quarentena, o Governo Federal continua a aprovar novos agrotóxicos para serem vendidos no mercado brasileiro.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública

Levantamento feito em 13 países aponta que metade deles não divulga quantos testes realizam por dia ou quantos leitos de UTI estão disponíveis, informações importantes para a gestão da pandemia


ESPECIAL: CORONAVÍRUS – Texto: Anna Beatriz Anjos | Infográficos: Bruno Fonseca

Os cidadãos de metade dos países da América Latina não sabem quantos testes para detectar o novo coronavírus são realizados diariamente pelos seus governos.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública

O que acontece quando isolamos a ideia de justiça da ideia da dignidade? Como o coronavírus torna ainda mais dramática a situação de pessoas que já estão isoladas da sociedade, dentro de um sistema penitenciário marcado pela degradação humana?

A partir das reportagens “Com saúde à beira do colapso por coronavírus, Amazonas isola 300 presos e não testa doentes” dos repórteres Anna Beatriz Anjos, Bruno Fonseca, Rafael Oliveira e Raphaela Ribeiro e “O que pensam os juízes que estão soltando presos em meio à pandemia” da repórter Julia Dolce, o terceiro episódio de “A vida nos tempos do corona” propõe uma reflexão sobre os significados da palavra isolamento em meio à pandemia.

Ouça agora no Spotify, Deezer, Spreaker e Youtube.

Ficha Técnica
Direção e roteiro: Ricardo Terto e Andrea Dip
Produção e apresentação: Ricardo Terto
Supervisão e edição do roteiro: Andrea Dip
Participação/sonoras: Rafael Oliveira, Julia Dolce e Emília Gondim Teixeira.

Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Fonte: Agência Pública

Como cuidar da higiene sem água? Como tomar cuidado com a proximidade dividindo o mesmo pequeno espaço com outras famílias? Como cuidar da ventilação se não há janela? Quem cuida de quem não pode se cuidar?

A partir das reportagens “Na ausência do estado ativistas informam a periferia sobre o coronavírus” do repórter José Cícero da Silva e “Aglomerados e sem água” dos repórteres Anna Beatriz Anjos, Ciro Barros, José Cícero da Silva e Thiago Domenici, o segundo episódio de A vida nos tempos do corona propõe uma reflexão sobre os significados da palavra Cuidado em meio à pandemia.

Ouça agora no Spotify, Deezer, Spreaker e Youtube.

Ficha Técnica
Direção e Roteiro: Ricardo Terto e Andrea Dip
Produção e apresentação: Ricardo Terto
Supervisão e edição do roteiro: Andrea Dip
Participação/Sonoras: Ciro Barros, José Cícero da Silva, Gustavo Dias, Mônica Quenca e Yane Mendes.
Captação de áudios: Ciro Barros e José Cícero da Silva
Mixagem e edição de som: Ricardo Terto
Arte: Bruno Fonseca e Larissa Fernandes

Clique aqui para assinar GRATUITAMENTE o Agrosoft e receber todos os dias no seu email as notícias em destaque.

Clique aqui para divulgar notícias e artigos no Agrosoft



Compartilhe esta postagem nas redes sociais