Em resposta aos riscos impostos pela mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae) à agricultura brasileira, principalmente na fruticultura nacional, diversos métodos de controle são utilizados para suprimir a população dessa praga. Neste sentido, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu um projeto inédito visando avaliar o comportamento e a sobrevivência de B. carambolae submetidos à diferentes semioquímicos para subsidiar a aplicação simultânea da técnica de aniquilação de machos (MAT), por meio da utilização do atrativo químico metil eugenol, e a Técnica do Inseto Estéril (SIT), criação e liberação em massa de insetos machos, esterilizados por radiação ionizante.

A proposta é financiada pela Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA), visando desenvolver, com a participação de diversos países, a SIT para o controle da mosca-da-carambola.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Em resposta aos riscos impostos pela mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae) à agricultura brasileira, principalmente na fruticultura nacional, diversos métodos de controle são utilizados para suprimir a população dessa praga. Neste sentido, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) desenvolveu um projeto inédito visando avaliar o comportamento e a sobrevivência de B. carambolae submetidos à diferentes semioquímicos para subsidiar a aplicação simultânea da técnica de aniquilação de machos (MAT), por meio da utilização do atrativo químico metil eugenol, e a Técnica do Inseto Estéril (SIT), criação e liberação em massa de insetos machos, esterilizados por radiação ionizante.

A proposta é financiada pela Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA), visando desenvolver, com a participação de diversos países, a SIT para o controle da mosca-da-carambola.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

A 14ª edição da Dinâmica Agropecuária, a Dinapec 2019, tem início nesta quarta-feira e vai até o dia 22 de fevereiro, sexta-feira, na sede da Embrapa Gado de Corte em Campo Grande (MS). A vitrine tecnológica anual, realizada pela Embrapa e Sistema Famasul, tem como tema “Soluções para o Agro Sustentável”. A ministra da agricultura, Tereza Cristina Corrêa, deverá participar do evento no painel do Encontro de Jovens da Agropecuária, promovido pela CNA Jovem, e em um bate papo com o setor produtivo, parceiros da Embrapa e entidades de classe marcado para o dia 22, sexta-feira, às 16h30 na tenda principal.

A Dinapec vai oferecer painéis, roteiros tecnológicos, oficinas e outras atividades gratuitas a produtores rurais, estudantes, técnicos, profissionais e empresários do setor.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Apresentar as novidades da 14ª edição, melhorar a comunicação rural e a cobertura jornalística sobre o evento. Foi com essa finalidade que o Sistema Famasul – Federação de Agricultura e Pecuária de MS e a Embrapa Gado de Corte realizaram, nessa sexta-feira (15), um tour exclusivo com os jornalistas de Mato Grosso do Sul pela Dinapec 2019.

Nem mesmo a forte chuva impediu a imprensa de comparecer ao evento e participar das apresentações dos representantes das entidades.

O jornalista, Anderson Viegas, destacou a importância da iniciativa para que os profissionais possam abordar com antecedência os assuntos apresentados na Dinapec. “Um dos temas que mais me chamou a atenção foi o roteiro tecnológico +Precoce, que vai abordar as tecnologias para a produção do novilho precoce, especialmente no que se refere aos estudos para a transferência de embriões in vitro para produzir esses animais. Com certeza vou acompanhar o roteiro porque esse assunto vai render uma boa reportagem”, destacou.

O consultor técnico do Sistema Famasul, Horácio Tinoco, reforçou as ações que serão promovidas nos três dias de feira. “Vamos ter uma intensa agenda com o propósito de levar ao produtor rural informação de qualidade, tecnologia e troca de experiências. Serão oficinas, giros tecnológicos, ações de responsabilidade social e o Encontro Jovens da Agropecuária”.

Segundo o difusor de tecnologias da Embrapa, Haroldo Queiroz, os roteiros são um conjunto de dinâmicas apresentadas em sequência, com 4 ou 5 assuntos abordados dentro de um mesmo tema principal. “Temos 10 roteiros programados, 16 oficinas e 5 painéis”, relatou o especialista.

O analista destacou, ainda, alguns lançamentos que devem ocorrer durante a feira – entre eles, a cultivar de estilosantes Bela. “É uma nova leguminosa para consorciação com pastagens em solos mais argilosos. A leguminosa mais usada hoje no Brasil é o estilosantes Campo Grande, que apesar de bem adaptada a solos fracos e arenosos, não se desenvolve em solos pesados e argilosos”.

O pesquisador da Embrapa Rodrigo Gomes abordou os temas que serão tratados no estande do arranjo +Precoce, um conjunto de projetos de pesquisa que reúne equipes multidisciplinares das unidades Gado de Corte e Pantanal da Embrapa para desenvolver tecnologias para a produção de novilhos precoces. “É um modelo em que a Embrapa aposta. Sabemos que é uma ideia lucrativa, sustentável e que produz uma carne de melhor qualidade”.

Ériklis Nogueira, pesquisador da Embrapa que será um dos palestrantes no estande, também participou do encontro com a imprensa. “Conversamos com os jornalistas sobre o uso de embriões in vitro para produzir bezerros de corte. Também abordamos o livro “Ultrassonografia na reprodução e avaliação de carcaças em bovinos”, que será apresentado na edição deste ano da Dinapec”.

Senar na Dinapec – O Sistema Famasul estará presente com variada programação durante os três dias da Dinapec, que acontece de 20 a 22 de fevereiro, na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande. Esse é o terceiro ano consecutivo que a instituição é correalizadora do evento.

O Senar/MS oferecerá duas oficinas práticas, uma de utilização de drones e a outra de como conduzir plantas frutíferas em vasos. Nos três dias de evento acontecerão os giros tecnológicos, que vão destacar o trabalho dos programas de assistência técnica e gerencial (ATeG). A Dinapec também será sede do Encontro de Jovens que traz o tema “Jovens, o Agro e o Futuro. Como os Jovens estão se preparando para o futuro?”. A iniciativa é da Comissão Famasul Jovem e acontece no dia 22 de fevereiro, a partir das 14h, na tenda principal da Dinapec.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

A 14ª edição da Dinâmica Agropecuária, a Dinapec 2019, tem início nesta quarta-feira e vai até o dia 22 de fevereiro, sexta-feira, na sede da Embrapa Gado de Corte em Campo Grande (MS). A vitrine tecnológica anual, realizada pela Embrapa e Sistema Famasul, tem como tema “Soluções para o Agro Sustentável”. A ministra da agricultura, Tereza Cristina Corrêa, deverá participar do evento no painel do Encontro de Jovens da Agropecuária, promovido pela CNA Jovem, e em um bate papo com o setor produtivo, parceiros da Embrapa e entidades de classe marcado para o dia 22, sexta-feira, às 16h30 na tenda principal.

A Dinapec vai oferecer painéis, roteiros tecnológicos, oficinas e outras atividades gratuitas a produtores rurais, estudantes, técnicos, profissionais e empresários do setor.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Apresentar as novidades da 14ª edição, melhorar a comunicação rural e a cobertura jornalística sobre o evento. Foi com essa finalidade que o Sistema Famasul – Federação de Agricultura e Pecuária de MS e a Embrapa Gado de Corte realizaram, nessa sexta-feira (15), um tour exclusivo com os jornalistas de Mato Grosso do Sul pela Dinapec 2019.

Nem mesmo a forte chuva impediu a imprensa de comparecer ao evento e participar das apresentações dos representantes das entidades.

O jornalista, Anderson Viegas, destacou a importância da iniciativa para que os profissionais possam abordar com antecedência os assuntos apresentados na Dinapec. “Um dos temas que mais me chamou a atenção foi o roteiro tecnológico +Precoce, que vai abordar as tecnologias para a produção do novilho precoce, especialmente no que se refere aos estudos para a transferência de embriões in vitro para produzir esses animais. Com certeza vou acompanhar o roteiro porque esse assunto vai render uma boa reportagem”, destacou.

O consultor técnico do Sistema Famasul, Horácio Tinoco, reforçou as ações que serão promovidas nos três dias de feira. “Vamos ter uma intensa agenda com o propósito de levar ao produtor rural informação de qualidade, tecnologia e troca de experiências. Serão oficinas, giros tecnológicos, ações de responsabilidade social e o Encontro Jovens da Agropecuária”.

Segundo o difusor de tecnologias da Embrapa, Haroldo Queiroz, os roteiros são um conjunto de dinâmicas apresentadas em sequência, com 4 ou 5 assuntos abordados dentro de um mesmo tema principal. “Temos 10 roteiros programados, 16 oficinas e 5 painéis”, relatou o especialista.

O analista destacou, ainda, alguns lançamentos que devem ocorrer durante a feira – entre eles, a cultivar de estilosantes Bela. “É uma nova leguminosa para consorciação com pastagens em solos mais argilosos. A leguminosa mais usada hoje no Brasil é o estilosantes Campo Grande, que apesar de bem adaptada a solos fracos e arenosos, não se desenvolve em solos pesados e argilosos”.

O pesquisador da Embrapa Rodrigo Gomes abordou os temas que serão tratados no estande do arranjo +Precoce, um conjunto de projetos de pesquisa que reúne equipes multidisciplinares das unidades Gado de Corte e Pantanal da Embrapa para desenvolver tecnologias para a produção de novilhos precoces. “É um modelo em que a Embrapa aposta. Sabemos que é uma ideia lucrativa, sustentável e que produz uma carne de melhor qualidade”.

Ériklis Nogueira, pesquisador da Embrapa que será um dos palestrantes no estande, também participou do encontro com a imprensa. “Conversamos com os jornalistas sobre o uso de embriões in vitro para produzir bezerros de corte. Também abordamos o livro “Ultrassonografia na reprodução e avaliação de carcaças em bovinos”, que será apresentado na edição deste ano da Dinapec”.

Senar na Dinapec – O Sistema Famasul estará presente com variada programação durante os três dias da Dinapec, que acontece de 20 a 22 de fevereiro, na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande. Esse é o terceiro ano consecutivo que a instituição é correalizadora do evento.

O Senar/MS oferecerá duas oficinas práticas, uma de utilização de drones e a outra de como conduzir plantas frutíferas em vasos. Nos três dias de evento acontecerão os giros tecnológicos, que vão destacar o trabalho dos programas de assistência técnica e gerencial (ATeG). A Dinapec também será sede do Encontro de Jovens que traz o tema “Jovens, o Agro e o Futuro. Como os Jovens estão se preparando para o futuro?”. A iniciativa é da Comissão Famasul Jovem e acontece no dia 22 de fevereiro, a partir das 14h, na tenda principal da Dinapec.

Fonte: Embrapa

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Clique na imagem para ver o vídeo
0.jpg

Para ayudar a los productores, Embrapa creó programa “Balde Lleno”, que desde 1998 fortalece la actividad lechera en el territorio brasileño. Sin embargo, muchas dudas surgen cuando se habla del proyecto Balde Lleno. ¿Vamos a aclarar algunos puntos?

Fonte: Embrapa

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Clique na imagem para ver o vídeo

Para ayudar a los productores, Embrapa creó programa “Balde Lleno”, que desde 1998 fortalece la actividad lechera en el territorio brasileño. Sin embargo, muchas dudas surgen cuando se habla del proyecto Balde Lleno. ¿Vamos a aclarar algunos puntos?

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Com forte atuação na pré-produção, produção e pós-produção, a tecnologia da informação e comunicação avança e já melhora o perfil sócio econômico da agricultura familiar, que hoje representa 88% das propriedades rurais do Brasil. Cinquenta por cento delas estão no Nordeste. O tema foi o centro da palestra da pesquisadora Sílvia Massruhá, chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, na abertura do Workshop Inovação Tecnológica e Desenvolvimento Social no Meio Rural, nos dias 30 e 31 de outubro de 2018, em Teresina.

Ela destacou o “papel estratégico” da tecnologia da informação e comunicação na agricultura moderna, citando a bioinformática e biologia computacional; a computação científica e automação; a modelagem agroambiental e geotecnologias; e sistemas de informação.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Por Izabella Hassum
Chefe adjunta de Inovação e Tecnologias

Inovação! Esta tem sido a palavra mais ouvida nos últimos tempos, não mais apenas no ambiente empresarial, que podemos considerar o precursor, e que já tem um certo domínio sobre o tema, mas também passou a ser ouvida quase que como um mantra na área científica e acadêmica. Hoje, nos deparamos conversando sobre inovação nos corredores de nossa Unidade da Embrapa, relembrando o passado, discutindo o presente e planejando um futuro fundamentado em um novo processo de inovação, que chega em definitivo para promover a mudança de mentalidade que até então nos orientava.

 Muita coisa mudou desde que a Embrapa foi criada, há quase 46 anos.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Com forte atuação na pré-produção, produção e pós-produção, a tecnologia da informação e comunicação avança e já melhora o perfil sócio econômico da agricultura familiar, que hoje representa 88% das propriedades rurais do Brasil. Cinquenta por cento delas estão no Nordeste. O tema foi o centro da palestra da pesquisadora Sílvia Massruhá, chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, na abertura do Workshop Inovação Tecnológica e Desenvolvimento Social no Meio Rural, nos dias 30 e 31 de outubro de 2018, em Teresina.

Ela destacou o “papel estratégico” da tecnologia da informação e comunicação na agricultura moderna, citando a bioinformática e biologia computacional; a computação científica e automação; a modelagem agroambiental e geotecnologias; e sistemas de informação.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Por Izabella Hassum
Chefe adjunta de Inovação e Tecnologias

Inovação! Esta tem sido a palavra mais ouvida nos últimos tempos, não mais apenas no ambiente empresarial, que podemos considerar o precursor, e que já tem um certo domínio sobre o tema, mas também passou a ser ouvida quase que como um mantra na área científica e acadêmica. Hoje, nos deparamos conversando sobre inovação nos corredores de nossa Unidade da Embrapa, relembrando o passado, discutindo o presente e planejando um futuro fundamentado em um novo processo de inovação, que chega em definitivo para promover a mudança de mentalidade que até então nos orientava.

Muita coisa mudou desde que a Embrapa foi criada, há quase 46 anos.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

A inovação tecnológica, que está na ordem do dia da Embrapa, vai movimentar o ambiente científico e do agronegócio nos dias 13, 14 e 15 de agosto deste ano, em Teresina, em um grande evento. A Embrapa Meio-Norte está construindo uma agenda para o encontro que buscará ainda mais integrar a instituição ao setor produtivo.

Um dos objetivos também será o estímulo de estudantes e de produtores rurais para que possam empreender a partir dos resultados de pesquisas científicas gerados pela Unidade. O desenho inicial do encontro prevê a realização da Jornada de Iniciação Científica, evento que acontece todo ano em Teresina com a apresentação de trabalhos de estudantes que participam de projetos na Embrapa Meio-Norte.

A popularização da ciência, com o diálogo aberto entre pesquisadores e estudantes, será outro ponto de destaque do evento.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

A inovação tecnológica, que está na ordem do dia da Embrapa, vai movimentar o ambiente científico e do agronegócio nos dias 13, 14 e 15 de agosto deste ano, em Teresina, em um grande evento. A Embrapa Meio-Norte está construindo uma agenda para o encontro que buscará ainda mais integrar a instituição ao setor produtivo.

Um dos objetivos também será o estímulo de estudantes e de produtores rurais para que possam empreender a partir dos resultados de pesquisas científicas gerados pela Unidade. O desenho inicial do encontro prevê a realização da Jornada de Iniciação Científica, evento que acontece todo ano em Teresina com a apresentação de trabalhos de estudantes que participam de projetos na Embrapa Meio-Norte.

A popularização da ciência, com o diálogo aberto entre pesquisadores e estudantes, será outro ponto de destaque do evento.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Equipe trabalha SAFs biodiversos com diferentes funções: produção de hortaliças e frutíferas, plantas medicinais e espécies para a criação racional de abelhas sem ferrão

Pesquisadores da equipe de agroecologia da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) têm desenvolvido estudos, vivências e práticas sobre sistemas agroflorestais (SAFs) agroecológicos, tanto no Sítio Agroecológico da Embrapa Meio Ambiente, quanto em lotes de agricultores familiares de assentamentos de reforma agrária.

Esta equipe organizou, durante 2018, diversas oficinas e cursos práticos de vivência em agrofloresta.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Uma cultivar de leguminosa que serve de forragem para solos de média fertilidade, tem alto potencial para fixação biológica de nitrogênio (FBN) e pode acrescentar ao solo até 248 kg do elemento por hectare, anualmente. Essas são as características do Estilosantes Bela, cultivar desenvolvida pela Embrapa Cerrados (DF) e pela Embrapa Gado de Corte (MS), em parceria com a Associação para o Fomento à Pesquisa de Melhoramento de Forrageiras (Unipasto).

A nova cultivar surge como opção para a recuperação de pastagens degradadas, contribuindo para melhorar o desempenho de bovinos de corte ou leiteiros por meio do uso em consórcio com pastagens de gramíneas, como braquiárias, ou como banco de proteína.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Equipe trabalha SAFs biodiversos com diferentes funções: produção de hortaliças e frutíferas, plantas medicinais e espécies para a criação racional de abelhas sem ferrão

Pesquisadores da equipe de agroecologia da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) têm desenvolvido estudos, vivências e práticas sobre sistemas agroflorestais (SAFs) agroecológicos, tanto no Sítio Agroecológico da Embrapa Meio Ambiente, quanto em lotes de agricultores familiares de assentamentos de reforma agrária.

Esta equipe organizou, durante 2018, diversas oficinas e cursos práticos de vivência em agrofloresta.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Uma cultivar de leguminosa que serve de forragem para solos de média fertilidade, tem alto potencial para fixação biológica de nitrogênio (FBN) e pode acrescentar ao solo até 248 kg do elemento por hectare, anualmente. Essas são as características do Estilosantes Bela, cultivar desenvolvida pela Embrapa Cerrados (DF) e pela Embrapa Gado de Corte (MS), em parceria com a Associação para o Fomento à Pesquisa de Melhoramento de Forrageiras (Unipasto).

A nova cultivar surge como opção para a recuperação de pastagens degradadas, contribuindo para melhorar o desempenho de bovinos de corte ou leiteiros por meio do uso em consórcio com pastagens de gramíneas, como braquiárias, ou como banco de proteína.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Começa nesta quarta-feira a 14ª edição da Dinâmica Agropecuária, a Dinapec 2019. A vitrine tecnológica anual, realizada pela Embrapa e Sistema Famasul, tem como tema “Soluções para o Agro Sustentável” e acontece de 20 a 22 de fevereiro na sede da Embrapa Gado de Corte em Campo Grande (MS). A ministra da agricultura, Tereza Cristina Corrêa, deverá participar do evento no painel do Encontro de Jovens da Agropecuária, promovido pela CNA Jovem, e em um bate papo com o setor produtivo, parceiros da Embrapa e entidades de classe marcado para o dia 22, sexta-feira, às 16h30 na tenda principal.

A Dinapec oferecer painéis, roteiros tecnológicos, oficinas e outras atividades gratuitas a produtores rurais, estudantes, técnicos, profissionais e empresários do setor.
[more]Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais

Começa nesta quarta-feira a 14ª edição da Dinâmica Agropecuária, a Dinapec 2019. A vitrine tecnológica anual, realizada pela Embrapa e Sistema Famasul, tem como tema “Soluções para o Agro Sustentável” e acontece de 20 a 22 de fevereiro na sede da Embrapa Gado de Corte em Campo Grande (MS). A ministra da agricultura, Tereza Cristina Corrêa, deverá participar do evento no painel do Encontro de Jovens da Agropecuária, promovido pela CNA Jovem, e em um bate papo com o setor produtivo, parceiros da Embrapa e entidades de classe marcado para o dia 22, sexta-feira, às 16h30 na tenda principal.

A Dinapec oferecer painéis, roteiros tecnológicos, oficinas e outras atividades gratuitas a produtores rurais, estudantes, técnicos, profissionais e empresários do setor.
Clique para saber mais…

Compartilhe esta postagem nas redes sociais